sexta-feira, 12 de junho de 2009

dia dos namorados

Walter.
 - Oi. Que mandas?
 Sabe que dia é hoje?
 - Hum, sexta feira 12 de junho?
 É. Sexta-feira 12 de junho.
 - E...
 Nada não. Só queria saber se você estava situado. Cronologicamante falando.
 - Hum. Só isso? Nada mais?
 Só. É. Só isso mesmo.
 - E porque essa cara de quem acabou de comer um prato de salada pensando em um rosbife?
 Pra você hoje é só sexta-feira 12 de junho? Um dia como outro qualquer? Nada em especial?
 - É gata. Um dia normal e bom de ficar na cama porque com esse tempo fechado não dá mesmo pra pensar em mais nada pra fazer. Até dá. Mas a censura deste blog não me permite.
 Então é só isso mesmo. Não tenho mais nada pra falar. Ah! Fui ao shopping ontem e me lembrei de você. Vê se gosta.
 - Presente pra mim? Pô gata, tava mermo precisando de uma chuteira nova!
 Que bom que você gostou.
 - Que novidade é essa? Eu ganhando presente sem nenhum motivo, nem data especial... Já sei!
 Sabe? Quem bom que você lembrou!
 - Ficou com dor na consciência por ter desmanchado todos os meus sonhos juvenis não foi? (leia sobre isso aqui)
 Hein? Como? Deixa pra lá Walter. È esperar demais de você. Apesar de existir apenas em meus pensamentos você é um homem igual a 99% da população.
 - Sexta-feira... sexta-feira... junho... 12... Tem alguma coisa haver com a data...
(tv ligada)
 E hoje os apaixonados poderão dançar agarradinhos no São João da Capitá comemorando o seu dia...
 - Putz!! Hoje é dia dos namorados! Caramba... como pude esquecer!
 Pois é. Mas deixa pra lá né? Não sou sua namorada mesmo... Na verdade, não sou namorada de ninguém. Então pra que a data teria importância pra mim? Só comprei o presente porque fiquei empolgada com todo mundo fazendo compras e eu não tinha pra quem comprar... aí me lembrei de você.
 - Gata, para onde é que os homens desse Recife estão olhando? Uma boneca feito você, e solteiríssima? Tô achando que os homens dessa terra não tem gosto. Tem agonia isso sim!
 Que é isso Wal, valeu pelo elogio (apesar do boneca) mas achei mesmo que esse dia dos namorados seria diferente.
Nem quando fui casada consegui ter um dia dos namorados legal sabia?
Mas isso é só data criada pelo comércio pra ajudar a estimular as vendas desse período. Não deveria ter a menor importância pra mim né?
 - Falou a marketeira de plantão foi? Claro que tem que ter! Olha, que ninguém me escute, mas vamos fazer diferente esse ano tá certo?
 Como assim? Você vai arranjar um namorado instantâneo pra mim?
 - Melhor baby...
 Que cara é essa? Que foi? Perdeu alguma coisa no chão, porque você está de joelhos?
 - Layla, sei que só existo em seu imaginário, que na maioria das vezes sou um pé no saco...
 É mesmo.
 - Não atrapalha. ... Sei que sou um pé no saco, rabugento e machista. Mas dentro desse peito também bate um coração. E esse mesmo coração hoje clama pela sua companhia e sorriso. Quer sair comigo hoje pra uma noite romântica sem que precisemos nos beijar nem terminar na cama?
 Er, gasp, gasp, Como é Walter? Isso é brincadeira não é? Ta me pedindo em namoro?
 - Claro que não gata! Não daria certo. Somos incompatíveis. Tipo: você é vinho e eu sou cachaça.
 Posso então entender o que você deseja com tudo isso. Olha, se for pra agradecer o presente, não precisa tá. Eu estou bem.
 - Eu? Agradecer o presente? Já falei que valeu não foi? Não é por isso.
Simplesmente quero sair acompanhado de uma mulher bonita e inteligente hoje a noite e matar de inveja toda a população burra desse seu Estado! E quero que você veja que hoje é um dia como outro qualquer. Que as pessoas fazem hoje o que deveriam fazer todos os dias com seus amores. Não me refiro a dar presentes. Mas a troca de carinho, as gentilezas, os olhares, o companheirismo, até mesmo o romantismo. Tudo aflora hoje. E mesmo você me achando bronco, e rude, acho que isso deve ser assim todos os dias de uma vida à dois.
 Poxa Wal. Isso foi lindo. Obrigada mesmo.
 - Não precisa agradecer. Torço por você e sei que mais cedo do que você pensa vai ter tudo isso na sua vida.
 Rsrsrsrs. E aí, diz então pra onde você vai me levar.
 - Pensei em um cinema e depois jantar, que achas?
 Perfeito!
 - Posso ir calçado com o meu presente?
 Walter, hoje você pode tudo.
 - Beleza então pega a camisa oficial do mengão que vou com ela também.
 É Layla, nem tudo pode ser perfeito, um programa no dia dos namorados com seu Walterego e ainda por cima vestido de jogador do Flamengo...

9 comentários:

Dyana Barlavento disse...

Ai Wal... Vc é romântico!!!!!
Esse seu lado ainda não tinha sido mostrado aqui!!! Adorei conhecê-lo!!!

Campos disse...

Tu sabe que nao curto essas coisas de blog nem facebook ou qualquer coisa do tipo, mas parabéns pela disputa do prêmio lá de num sei o que!

Esse Walter é meio esquizofrênico né! :):)
Bjs, cunhada linda!

Jéfter Campos

Barlavento disse...

Os brutos também amam...

Kyara disse...

Por mais rudes que alguns possam parecer, mas existe sensibilidade em algum lugar desse universo!
...a questão é que ela pode estar mais perto do que imaginamos.

Solange Maia disse...

risos...

Sensacional !!!

E não é que um dia eles se rendem ?

Beijo carinhoso, você é uma fofa...,

Solange

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Bia Maia disse...

Muito!Muito bom mesmo!Dei aqui boas risadas!E quantas verdades!!

Adorei seu blog!
Sinta-se muito bem vinda ao meu também!

Beijocas!
Bia Maia
http://olhardentrodosolhos.blogspot.com

Danny Almeida disse...

Ai Ai Layla ...
As vezes, acho q me fechei.. q espero sempre + do que deveria esperar realmente!
Mas "Eu sou Brasileira e não desisto nunca"... ahahaha
Vou continuar amando..
Adorei os beijos estalados na alma!!
Retribuo em dobro!

Minha vida em capítulos disse...

Oiee
Minha 1° visitinha aki (espero q não te importes)

Gostei mtoo do seu blog: uma maneira criativa e divertida de dizer oq se sente.

Estou seguindo aki...

Bjão e boa semana ^^

Waneska Silva disse...

Primaaaaaaaaaaaaaa

Adorei esse post

amo tu

Beijos no core