segunda-feira, 12 de julho de 2010

cansei

- Porque tá chorando Gata?


Porque estou cansada.


- E desde quando cansaço é motivo pra lágrimas? Quem foi que mexeu com você?


Ninguém Wal. E ao mesmo tempo todo mundo. Cansei de ser sempre disponível. Cansei mesmo!


- Pra quem? Porque pra mim você nunca está!


Disponível para o mundo Wal. E o pior é que quanto mais nos baixamos, mais o fundo aparece. Acho que o meu já está todo de fora.


- Poxa Gata, e eu nem vi um pedaço ainda... Dá pra baixar um pouquinho mais?


É só esperar. Daqui a pouco você consegue ver até os meus dentes... Eu não nasci pra isso... Não mesmo.


- Então porque as lágrimas? Se você já sabe o que fazer?


Justamente porque eu sei o que tenho que fazer é que choro. Não queria ter que ser tão radical.


- Algumas vezes se faz necessário Gata. E te digo mais: posso até segurar sua mão, mas é você quem tem que escolher o caminho.


Então faz isso, por favor? Segura minha mão bem forte e mesmo que eu resolva atravessar na frente dos carros você vem comigo?


- Vou sim Gata, sempre estarei ao seu lado. 

7 comentários:

Nana disse...

La, vc está bem??
Fiquei preocupada contigo agora, não cansa não, apenas viva amiga, vale a pena viu.
Beijos, beijos e beijossss

Barlavento disse...

E eu vou segurar sua mão do outro lado. Sempre.
Bem, acabaram-se as mãos. Quem quizer que segure o pé, o pescoço, a bunda (que até tá carnudinha...)
Beijo.

Débora Buarque disse...

que foi?...TPM mulé?

Mulher na Polícia disse...

Calma linda!

Espera em Deus porque é ele quem renova as nossas forças.
Tenha fé, amiga!

Já disse, a gente está aqui pra te apoiar.

Beijos!

Tiburciana disse...

è fatp quanto mais vc abaixar mais o rabo vai aparecer
levanta com tudo !!!!!!!!!
bjos espero que esteja melhor

Alexa disse...

Olá Layla! Nossa eu gostei muito da proposta do seu blog! extremamente criaiva!
E o texto, bem, tem coisas que são tão difíceis não é?
Beijo!

jefhcardoso disse...

Uma vez encontrado o culpado, era para ser fácil. (sorrio). Mas se a culpa é do Walter, e este cara que lhe chama de gata vai contigo até para a rua movimentada, não há motivo para as lagrimas.

Gata, digo, Layla, inveja branca é do bem, né? (sorrio).

Obrigado por sua atenção em meu blog.

Grande abraço e parabéns por essa delícia de postagem!

Jefhcardoso