sexta-feira, 22 de outubro de 2010

- Mãe?


Oi filho! Que mandas?


- Vamos jogar playstation comigo? Comprei um jogo "massêra"!


Mainha não sabe jogar filho... Mas eu fico pertinho torcendo!


- Que nada mãe, é super fácil, eu te ensino.


Ok então, vamos lá!


- Olha, vou colocar esse jogo do Ben 10 que é beeeeeemmm facinho pra você poder aprender tá legal?


Beleza! Eu vou ser quem?


- O Ben 10 né mãe!


Mas e você?


- O Ben 10 também!


Como assim filhote? Se eu sou o Ben 10, como pode você ser ele também? Tipo: No videogame do He-man quando jogava com 2 players um era o He-man e o outro podia escolher entre Mentor, Teela e Feiticeira...


- Mãe, fala sério! Querer comparar Ben 10 com He-Man... O Ben 10 se transforma em 10 personagens e o He-man, ou é o babaca do Príncipe Adan ou o He-Man! Por isso só 1 play podia ser ele!


Ah tá... Entendi tudo... E agora que você já escolheu quem eu vou ser, como é que joga?


- É super simples, pra andar você usa os manches, já prá escolher o alienígena você aperta o L2 ou R2 mas não pode apertar os dois senão dá confusão! O X pula, a bola da uma habilidade especial, quadrado bate com soco e triângulo com soco mais forte e as setas servem pra olhar o mapa e as habilidades conquistadas. Fácil né?


Hum rum... Vamos lá para a prática que talvez assim eu consiga alguma coisa...


- Vai mãe! Mata o teu monstro que eu já matei o meu! Triângulo mãe! Triângulo! Isso! Agora você se destransforma pra poder recuperar a energia do Ominitrix.


Energia do que filho?!?!


- Do ominitrix mãe. É o nome do relógio do Ben de onde saem os elienígenas pra ele se transformar!


Ah tá. E como faço pra "destransformar"?


- Mãe, se R2 e L2 transforma, R1 e L1 destransforma! Dãããã!


Ah tá!


Walter: Isso tá melhor do que seriado enlatado de americano.


Acho bom você ficar na sua... Isso aqui é coisa de mãe e filho...


- Tá falando com quem mãe?


Oi? Com esse monstro aqui que eu vou matar agora filhote! Ai dele se vier se meter conosco não é?


- Isso mesmo mãe! Ai dele! Não mãe, xis não! Triângulo e quadrado pra bater! Assim você vai ficar pulando até cansar o dedo! Poxa mãe... Você morreu...


Poxa filho desculpa. Mas podemos começar de novo!


- Não precisa mamys, salvei o jogo no memory card antes de você morrer. Podemos continuar de onde paramos.


Salvou onde?


Walter: Assim você me envergonha Gata. Não sabe nem o que é um memory card! Em que ano você ainda vive?


- No memory card mãe. Esse cartão que fica aqui no playstation pra salvar os jogos e você poder sempre continuar de onde parou ou voltar pra onde queira!


Quer dizer que posso morrer vinte vezes que voltamos para o mesmo lugar que salvamos antes?


- Isso mesmo. Mas não morre tanto assim porque senão o game fica um saco ok?


Vou me esforçar pra que isso não aconteça!


- Pronto Mãe! Agora precisamos matar o mestre pra mudar de nível e desbloquear outro alienígena. É super simples, como todo o jogo até agora! Vê só...


Eu discordo dessa simplicidade toda, mas como é você quem entende do lance, vou ficar quieta e tentar aprender.


- Vê só. Você só tem que apertar bola, bola, quadrado, triângulo, quadrado, bola, xis, xis triângulo. Bem rápido pra poder sair o superultrahipermegaraio do alienígena e acertar bem naquele circulo luminoso no meio do peito dele na mesma hora que eu fizer o movimento do quadrado, triângulo, bola, bola, xis, quadrado, triângulo, ok?


?


- Entendeu mãe? Olha! Lá vem ele! Vai mãe atira o raio comigo! Pô mãe! Eu não vou conseguir sozinho!!!


Como é a sequencia mesmo filho? bola, quadrado, retângulo, trapézio...


- Pô mãe, ele tá acabando com minha energia! Atira nele mãe!!!!


Mas qual é a sequencia filhote?


- Bola, bola, quadrado, triângulo, quadrado, bola, xis, xis, triângulo, só isso mãe!


Bola, bola, quadrado, triângulo, e o que mais? Aí, essa doeu! Ainda bem que é só no videogame.


- Isso aqui não é um videogame! É um playstation! Tem diferença sabia?


Desculpe! Olha, podemos tentar outro jogo?


- Que outro jogo mãe? Esse é o mais fácil e você não consegue fazer o golpe mais simples!


Pô filhote, desculpa... Nunca fui boa com games... Eu gostava mesmo era de andar de bicicleta e jogar bola. Sempre sofria quando meus amigos resolviam jogar atari. Eu sempre ficava em último lugar.


- Tudo bem mãe, sem problema. Vamos fazer o seguinte: começamos o jogo de novo e dessa vez eu vou matar os meus monstros e os seus. Não vou deixar ninguém mais matar você!


Tudo bem filho. Podemos jogar sem essa preocupação, temos o memory card lembra?


- Isso eu sei mãe. Mas não quero ver essa sua cara triste de novo. Agora vamos jogar e ganhar ok? Quem sabe se com um pouco mais de paciência você aprende não é?


É verdade, quem sabe não é filhote? E com um professor mestre como você vou aprender logo, logo!

- Mãe, depois que agente vencer o mestre vamos descer e andar de bike?

Claro amor! Vamos sim! Olha! Lá vem ele pra cima de mim! Obrigada Thom! Você matou ele bem na horinha!


* Alguns monstros são apenas ficção, são fáceis de matar. Outros são mais do que reais. Me salvar no videogame, ops! playstation, recarrega minhas energias pra matar os monstros do dia a dia!

4 comentários:

Diu Mota disse...

Linda lição, Layla. Mas quando se brincava de videogame era mais fácil aceitar a derrota e começar tudo de novo, não acha?
Grande beijo.

Mulher na Polícia disse...

Vocês formam uma bela equipe, linda. Vocês vão longe.
: )

Mas o Ben 10 ainda precisa crescer muito pra ter o charme, ou melhor os poderes de Greiskow, que o He-man tem. O problema do He-man é só aquele cabelo dele... né não?

Beijinho.

Marcia Gullo disse...

hahahahahahahaa, to até com dor no meu maxilar.... as minhas crias ganharam um game, ops!! playstation no dia das crianças.... tá parecendo eu... só que no meu caso eu jogo o guitar hero com a minha filha de 12 anos... a menina é muito fera no assunto enquanto ela tá no "hard" fazendo 99% eu to no "easy" fazendo 40%....gente o que aconteceu com o pac-mam.... eu adorava aquele negocio....

Um beijo Laylinha... adorei esse seu post... e to lendo junto com a minha filha e rimos muito juntas...

Marcia Gullo
www.blogdagullo.blogspot.com

Débora Buarque disse...

kkkkkkkkk....ainda bem que tenho só uma menina...kkk