quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

agora foi a vez do banco!

Oi Wal!


- Nossa! Bem humorada depois de um dia inteiro de trabalho! Que houve?


Acabei de chegar do banco. Queres rir um pouco?


- Não acredito que você conseguiu ficar presa de novo na porta giratória!


Não baby, aprendi a lição. Agora antes de entrar já mostro toda a bolsa pro "seu guarda" e ele libera a passagem da garota aqui.


- Acho que você deveria contar essa história pra galera. Eles irão gostar. Tenho certeza.


Fica pra depois visse? A de hoje é bem melhor!


- Então manda ver:


Fui ao banco porque meu cartão estava bloqueado. Adivinha o motivo?


- Você errou a senha?


Não baby. Nada tão primário. 
O banco simplesmente bloqueou o meu cartão por EXCESSO DE SALDO!


- Como é que é? Impossível isso!


Não Wal. Tanto não é que estou sem grana e ficarei assim até o dia 10 de fevereiro porque o banco bloqueou o meu cartão por excesso de movimentação na minha humilde conta. Se eles fazem isso comigo, que nunca consigo ter mais do que 3 dígitos no meu saldo,  imagina a do Bill Gates?


- Gata, se outra pessoa me contasse isso eu iria achar que é história. Mas vindo de você...


Porque vindo de mim? 


- Porque já descobri que com você todo impossível é plausível. Walt Disney poderia estar mais rico ainda se tivesse descoberto você... 




Pois é... Aproveitando, deixo o lembrete: ainda preciso do seu voto. Agora mais do que nunca! Já pensou na minha depressão? Lisa e sem template exclusivo?  Você querido leitor que me ama incondicionalmente não vai querer que isso aconteça não é?
Passa lá! 

3 comentários:

Cristina João disse...

Oi Layla,
Adorei conhecer este blog inusitado! Cada post que fui lendo fui me apaixonando por você e pelo Wal.Simplesmente fantástico!!
Virei fã, do dois, rs!
Beijocas,
Cris João
(www.recomadres.blogspot.com)

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

É cada coisa que temosque aguentar...
A proposito, estou indo votar de novo!

Abraços!

Tiburciana disse...

Cara achei que acontecimentos improvaveis era minha exclusividade
kkkkkkk
Vou te votar