sexta-feira, 12 de novembro de 2010

eu queroooooo. mas não sei o que quero...

- Que cara de ponto de interrogação é essa, Gata?

Estou pensando...

- Isso eu já deduzi. Tá pensando em que?

Que eu quero uma coisa.

- Que coisa?

Aí é que está o problema. Não sei o que quero. Você me ajuda?

- Ajudo. Mas você precisa me dar mais dicas ok?

Ok. Eu sei que quero uma coisa. Mas não sei ainda o que é. Ajudou?

- Huuuuummmmmm, NÃO NÉ GATA! O que você quer é de comer?

Não sei.

- Batata frita?

Isso eu adoro mas não é.

- Torta de palmito, macarrão a carbonara, lentilha com carne de porco, salpicão...

Aff! Engordei só de ouvir! (Nossa, como eu como coisa que engorda...)
Não é de comer Wal. Disso tenho certeza.

- Já progredimos. Se não é de comer, deve ser de comprar. Um vestido novo?

Até que caía bem, mas não quero um vestido novo.

- NÃO!?!?!

Bem, querer eu sempre quero. Mas não é essa a coisa que eu quero agora e que não sei o que é. Mas se você quiser me dar o vestido compra azul ou branco tá? Lembra da minha promessa.

- Só mesmo eu pra gastar o dinheiro da cerveja comprando roupa pra você. Vamos em frente: Pode ser uma bijouteria? Uma bolsa, um sapato?

Não. Não. Não. Nada disso.

- Tá ficando complicado Gata. Se não é de comer, nem de vestir... Ah! pode ser um cd novo?

Não. Estou providenciando uma seleção nova, legal, pra escutar enquanto dirijo. Não é cd, nem dvd.

- Me conta como você está se sentindo pra ver se consigo chegar mais perto.

Nem isso eu sei te dizer. Borboletas no estômago, ansiedade, vontade de chorar e de rir...

- Já sei. Você está na TPM.

Não. Não é isso...

- Tem certeza?

Claro que tenho Wal. Me conheço.

- Se conhece?

Bem... Um pouquinho né? Mas não muda o foco cara!

- Gata. Minha paciência está esgotando sabia?

E você acha que a minha está onde? Wal, eu gostaria de não ser assim. Mas eu sou. E essa coisa que eu estou querendo vai me ajudar muito.

- Como mulher? Você nem sabe o que você quer! Como é que sabe que vai te ajudar.

Porque eu quero! Eu quero, eu quero, eu querooooooooooooo!

- Sim! Mas você quer o que?! Pela Nossa Senhora das Bicicletas!

Vou te explicar: Eu quero uma coisa que eu não sei o que é. Mas eu sei que é fundamental pra mim e imprescindível que eu consiga. Entendeu?

- Se eu disser que não, adianta?

Claro que não né! Você precisa muito me ajudar!

- Gata. Nem o Capitão Nascimento consegue se você não aliviar um pouco.

Se o Capitão Nascimento estivesse aqui eu não estaria precisando de nada... Pode ter certeza.

- Descobri!

Foi? Que bom! Me diz então!

- Você precisa do Capitão Nascimento. Só isso. Coisa fácil de conseguir. Liga pra Globo e vê se Wagner Moura está disponível.

Hein?

- Desculpa mas tá na hora da pelada com os cuecas beleza?

Você vai me deixar aqui com essa enorme dúvida?

- Que dúvida Gata? Acabei de solucionar o problema de sua vida. Não enxarca o futebol ok? Tô vazando.

Mas Wal... Não é bem isso que eu quero...

- Lá vem você complicar. Porque que as mulheres nunca estão satisfeitas? Estou te dando o que você quer e ainda assim você diz que não quer? No dia que eu entender você acho que me materializo.

Mas eu só fiz um comentário...

- E eu decifrei o enigma. Pronto. Agora fica na paz que eu já estou atrasado. Não esquece de por a cerva pra gelar. Na volta a galera vem por aqui. Fui!

Mas Wal... Ai. Fiquei sozinha... E agora com uma dúvida maior... Será mesmo que eu quero o Capitão Nascimento?

4 comentários:

Solange disse...

bom.... se você não quiser, eu quero !!!!!

risos....
risos....

beijocas

Ana Cristina disse...

Hahaha...e quem não quer o Capitão Nascimento, amiga???

Beijos

Ana Cristina

Dyana Barlavento disse...

Irmã... Se não for o Tenente Coronel Nascimento... podia ser o Comandante Maverick... ou qq coisa parecida!
Acho mesmo é que vc quer sarna pra se coçar! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Má Midlej disse...

HAHAHAHA Eu sou desse jeitinho ai, velho! DESSE JEITO! e é uma merda. Por isso adotarei uma nova filosofia: se voce estiver na duvida entre duas coisas boas, tipo A e B. pense muito. muito. muito. faça a escolha e tenha absoluta certeza que se você realmente escolher A tudo dará certo. E depois vá, e fique com B. Porque é sério velho, ter certeza sobre uma coisa não é sadio