quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Porque amar dói tanto?

- Porque o céu é azul?

Tô triste Walter, não vou agüentar você desse jeito hoje.

- De que tipo de amor você está falando?

De todos. Todos eles doem. Todos eles uma hora fazem você sofrer. Seja amar sua mãe, irmãs, pai, família, marido, namorado, amigos...

Hoje estou triste porque meus amores me fazem sofrer. Mas eles são meus! Não posso simplesmente fazer de conta que não existem. Queria ter essa invejável capacidade de pegar meus amores e dar um Shift+Del. Algumas pessoas que conheço conseguem. Ou ao menos fingem que conseguem. Sinto inveja delas.
- Não inveje essa capacidade. Admire a sua. Você ama incondicionalmente.

Mas amar dessa maneira está me fazendo mal. Não consigo deixar essas pessoas irem embora e também não posso obrigá-las a ficar comigo. Então o que faço é continuar amando e sofrendo porque não tenho mais elas, ou ainda as tenho... Sou fiel aos meus sentimentos e mesmo que ser fiel a eles me obrigue a agir de forma socialmente incorreta, não os abandono.

Gostaria de ter o dom de fazer as pessoas que amo sempre felizes. Dar a elas tudo o que merecem e assim quem sabe exterminar com a tristeza no coração delas. Isso me faria muito bem.
 - Gata, você não existe mesmo!  O mundo caiu na sua cabeça e você ainda quer “salvar a líder de torcida” (alguém viu a 1º temporade de Heroes?)
 Não wal, não é isso que quero. É um desejo bastante egoísta. Se elas estarão felizes, não terei problema em sofrer por amor entende?
 - Mesmo que a felicidade delas custe a sua? Isso vai te fazer feliz?
 Acho que sim.
 - Acha. Não tem certeza. E se a felicidade delas for exatamente ver você feliz? Aí teremos um big confronto de interesses não acha?
 Não. Teríamos uma solução.
 - Olha amor, vou ser bem complexo. Talvez, esse seu desejo, e graças a Deus você não tem Fada Madrinha, seja uma faca de dois gumes. Fazer os seus 100% felizes inclui também a sua felicidade. Afinal, se são pessoas que você ama, elas no mínimo devem gostar um pouco de você! E se você não vai estar infeliz, como vai fazê-las feliz? Compreende? Não se pode ter tudo. Contente-se em tê-las. Isso já é grande coisa. O resto, ou melhor, a felicidade, você constrói com o passar dos dias. Isso significa também dizer não, algumas vezes se afastar, e em muitas outras se anular apenas pra ver quem você ama feliz. Esse é um dos grandes segredos da vida.
 Falou igual ao meu pai agora...
 - Ops! Estou ficando paternal demais. Mas não posso mudar o que falei, entre nós dois não há mentiras, nem meias verdades. Só verdades 150% verdadeiras.
 Você chegou na hora certa sabia? Ainda bem que resolvi te dar ouvidos. Você sabe que converso também com outros assim como você, não sabe?
 - Sei sim amor. Mas é a mim que você ama.
 Deve ser mesmo. Você me machuca e me deixa muitas vezes infeliz e mesmo assim não consigo dar um Shift+Del em você!
 - Essa é a minha garota!

P.S. : 
Meus filhos, meus amores: Amar vocês não dói. Amar vocês é o que me conforta e me faz querer que o amanhã chegue sempre!

2 comentários:

AlmaSebosa disse...

Pra começar, sim, eu vi e vejo Heroes.

Minina linda, amar dói porque... errr... Ah, porque amar é um troço egoísta pra caralho. A gente não admite que a pessoa amada não nos me na mesma intensidade. Ou seja, esse papo de amor incondicional é meio furado. Amor terreno, carnal (leia-se não sagrado e não fraternal) não tem nada de dadivoso, despojado, unilateral. A gente quer mais e mais. É como um vício. E esse amor precisa, pede, grita por combustível. "Amor é fogo que arde sem se ver". O amor nunca vai ser tranqüilo, sereno. Ele te tira do marasmo, te deixa louco(a), desesperado(a). E dói quando não plenamente correspondido, ao menos da visão pessoal de cada um. Se esse amor de nós, simples mortais e de pouca fé, fosse unilateral e despojado, não doeria. Poucas pessoas no mundo amam assim. E essas são reconhecidas por todos como pessoas iluminadas. Coisa que não somos.

ewerly disse...

por que amar doi tanto no peito e sofremos tanto com isso pq um homem não valoriza meu sentimento pq ?