terça-feira, 25 de agosto de 2009

uma conversa sem título.





Walteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeer!


- Quem morreu gata?


Ninguém, ainda. Mas se duvidar acho que consigo matar você só um pouquinho.


- Já sei: é a “marvada” né?


Que malvada?


- “Marvada” mesmo gata. A “marvada” TPM.


Que TPM o que! E se fosse eu estaria mais do que judicialmente protegida contra o que estou, de fato, quase cometendo: o seu assassinato!


- Antes que você tente matar um ser “imorrível” como eu, pode ao menos me comunicar o motivo da pena de morte?


Olha, sem gracinhas, vou direto ao assunto:
Não tenho marido, o homem da casa é meu filho com 8 anos e que, portanto ainda me obedece, e você que deveria dar bom exemplo. Mas quando chego do trabalho, cansada, estropiada de uma segunda-feira monstra (como todas elas são), o que encontro de presente? UMA SÉRIE DE RASTROS DE QUE A PRESENÇA MASCULINA ESTÁ REINANDO NOS MEUS DIAS! (Não da forma como gostaria, diga-se de passagem).


- Sei não viu? Vocês são mesmo umas ingratas e indecisas. Quantos posts a senhora já escreveu pedindo um homem e quando consegue um acha ruim? Acho que nem Freud explicaria isso!


EM PRIMEIRO LUGAR: NUNCA, NUNQUINHA PEDI UM HOMEM EM MEUS POSTS! PEÇO SIM, E VOU PEDIR ATÉ CONSEGUIR UM COMPANHEIRO. C-O-M-P-A-N-H-E-I-R-O, HOMEM É OUTRA COISA!
EM SEGUNDO E NÃO MENOS IMPORTANTE, QUANDO PEÇO UM COMPANHEIRO É PORQUE QUERO TER O DIREITO DE USUFRUIR O LADO BOM DA RELAÇÃO E NÃO SÓ O ÔNUS.
E FINALMENTE EM TERCEIRO: ESTOU GRITANDO SIM! E DOIDA PRA APERTAR O SEU PESCOÇO!


(respirando fundo...).


- Pronto? Sente-se melhor?


É. Um pouco. Mais ainda com vontade de matar alguém...


- E esse alguém seria...?


Claro que você q-u-e-r-i-d-o.


- Ok gata façamos o seguinte: você explica o motivo desse ataque de nervos e eu tento entender.


Não satisfeito com a toalha molhada em cima da cama, as latas de cerveja vazias ao lado do sofá, você tinha que invadir o território mais feminino da casa e deixar sua marca indelével por lá?


- Obrigado pelo indelével gata. Fui no Aurélio pra saber se era elogio ou ofensa. Qual é a da Fúria de Titãs? Só porque resolvi passear na cozinha?


Passear na cozinha? Passear na cozinha! Francamente walterego, você chama deixar uma pilha de pratos na pia que mais parece que uma livre inspiração no Everest, e todas as bocas do fogão pretas que nem carvão um simples passeio?
Sem falar no armário né? E neste caso indelével não foi elogio.


- Que tem o armário?


Se eu fosse cardíaca teria morrido de susto! Abri as portas e uma avalanche de tapaué (assim mesmo porque são dos de pobre e não da tupperware) caiu sobre mim!


- Pô gata, mas você também compra mais vasilhas do que cabe no seu armário! Não dá pra guardar todas lá dentro e nem tirar alguma e depois conseguir deixar as outras no mesmo lugar! É complicado...


Complicado demais para seus 4 milhões a mais de neurônios? É demais pra mim! E essas vasilhas, como toda mulher sabe, quanto mais tiver melhor, porque elas são “V&F” e não “2Vs”


- O que é “V&F” e “2Vs”?


“Vai & Fica” e “Vai & Volta”!


- Gata, esses meninos tem mais o que fazer do que pensar em de que forma guardar 123 tapaués no espaço de 20!


Pois então moço, trate de colocá-los pra funcionar e pensar numa maneira muito criativa de me fazer sair deste estado de doméstica enfurecida.


- Doméstica enfurecida, isso mais parece nome de filme de quinta.


Pois é, não queira pagar pra ver garoto, porque se fizer isso, todas as 8.458 versões de Sexta-feira 13 vão parecer fichinha junto do que vou fazer com você!


- Gata, gata, você quer demais desse ser perfeito. Já pedi desculpas, coisa que raramente faço porque dificilmente me engano e nunca erro. Pra que exigir de mim uma coisa tão simples quando tenho preocupações mais sérias e complexas pra me ocupar?


É mesmo? E posso saber quais são?


- A principal delas é entender como o Flamengo perdeu de 3 X 0 pro Avaí, que até um dia desses estava na lanterna do Campeonato.


Tinha que ter futebol no meio!


- Gata, você é mulher, sensível, então entenda minha dor: Como posso pensar em fazer alguma coisa vivendo um momento dramático como este?


Drama você vai conhecer se não começar a apagar os seus rastros agora mesmo!


- Ok gata. Por você eu abro essa exceção. Mas se por conta disso o Mengão perder mais uma, não vou perdoar você.


(alguns minutos depois...)


- Pronto arrumei tudo. Está satisfeita?


Agora sim.
- Posso voltar a buscar a solução para este problema de cunho nacional?


Que problema? O Flamengo perder 2 seguidas?


- Isso é doloroso demais gata. Não faz isso comigo.


Que mal pergunte, como foi que você resolveu o problema dos meus tapaués?


- De uma maneira muito simples: Elas não são “V&F”?


São sim.


- Tô recebendo a rapaziada hoje à noite pra debatermos o problema do Mengão. Aí já deixei as marmitas todas prontas. Quando o povo for chegando, cada um pega a sua e já fica numa boa entende? E como não precisa devolver...


Como assim, não precisa devolver!


- Ué! Não são V&F?


São.


- Então, fiz uma gororoba maneira pro pessoal e botei nas tapaués. Tá melhor do que carrinho de sorvete “10 bolas é um real”. Não precisa trazer a vasilha!


Você deu meus tapaués todos pra seus amigos cafuçus levarem pra casa?


- Dei. Gata? Gata? Gata!! Fala comigo, por favor! Gente ela não tá respirando! Pronto, matei! Isso lá é dia de ter chilique?


(cinco horas depois...)


Que aconteceu? Ai, Wal, tive um sonho horrível. Sonhei que você tinha dado todos os meus tapaués pros seus amigos levarem pra casa. Rsrsrsrsrs. Loucura não?


- Não.


Não? Como assim... Vai me dizer que foi tudo verdade? Ai MellDells!


- Calma. Tudo não. Realmente fiz várias marmitas nos seus tapaués pra rapaziada comer aqui durante o debate. Mas como vi em que estado você ficou quando contei. Não deixei ninguém levar pra casa.


Ufa! Ainda bem Wal. Pensei que teria que comprar tudo novamente...


- Comprar não. Estão todas aí. As 123. Sujas. Pra você lavar.


!
Eu mato você Walterego. Mato e depois ressuscito pra poder matar de novo!


- Sei não viu pessoas cada dia que passa entendo menos as mulheres. O problema não eram as tapaués? Estão todas aí. Agora é só lavar e depois guardar tudo no armário que eu arrumei. E por favor, não bagunce! Porque esse post começou exatamente por conta disso. Não quero protagonizar a parte 2! Agora vou tomar um banho e dormir porque pensar em esquema tático é muito cansativo sabia? Vê se não fica até tarde no sofá porque amanhã ainda é terça-feira.


Mudei de idéia. Não quero mais te matar. Quero me matar pra ver se na outra vida você me erra!


6 comentários:

Dyana Barlavento disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Bem vindo ao manicômio Walter!!!!

Dri Viaro disse...

to com dó do Walter kkkkkkkkkkkkkkkkk
bjss

Fran disse...

Pobrezeto do Walter :)
Adoorei o final "Pra vc ver se me erra"
Ri muito com seu post!

Beeijão!

Dri Viaro disse...

boa tarde lindona
bjss

Danny Almeida disse...

Kraks Layla!!
To rindo até agora com o seu post!
Foi MARA..
E Walter, se resolver aprontar novamente, ela não terá dó!! ahahah
bjs minha qrida!!!

Nana disse...

hahahahahahaha Layla estou morrendo de rir, quando vc achar um companheiro, vai dar pé na bunda do Walter?!
Amiga, eu acho que é ele que está atrapalhando a sua conquista viu rs
Muito boaaaa, um dia vc precisa escrever um livrooo.
Bjsss flor