sexta-feira, 13 de novembro de 2009

influências


Acho que você tem andado demais com Thomas.
- Isso é bom, não é?
Até o presente momento você não conseguiu destruir nada de bom que há nele. Não sei até quando vou poder protegê-lo.
- Poxa gata, não desejo mal a nenhuma de suas crias. Agora me ofendeu mesmo!
O que quis dizer não é que você faça de caso pensado, você faz porque é você! Está aí dentro e ninguém consegue arrancar. É a sua alma.
- Entendo. Mas foi grave?


Na verdade, até engraçado. O que não deixa de ser preocupante viu?
Almoçando ontem, assistíamos o comercial da Mc Donald's, aquele sobre amizade, que convida você a levar um amigo e ganhar desconto, blá, blá, blá, (parei por aqui que a Mc não tá me pagando o merchandising).
Bárbara não gosta mais dos Mc Lanches por motivos óbvios para ela. "Bia, já sou grande, não como mais isso não!" (oi? aos 13 anos? Como assim?) Então, para fazer gracinha com ela falei:
Pronto! Agora quando formos a Mc...
Eu ia completar a frase dizendo que Bazinha só poderia comer um Mc Lanche, por conta da promoção, aí o aprendiz de Walterego me olha sério e diz:


- Já sei mãe. Quando formos a Mc vou ter que fingir que sou amigo de Bárbara pra poder economizar no lanche certo
Entendeu agora o que quis dizer?
- Entender, entendi. Só não compreendi onde está minha influência negativa?
Eles são irmãos! Não precisam fingir que são amigos! Eles sempre serão mais do que isso! Nasceram de mim! (Mentira. Ele sim, ela não. Mas isso é uma outra história.)
- Ô gata, me diz onde está escrito que irmãos TEM que ser amigos? Principalmente nessa idade?
Viu? Tem dedo seu nessa história! Com certeza tem! E ainda teve ontem à noite na hora do Jornal, mais uma vez o apagão em destaque e ele me olha bem sério e pergunta: 
- Mãe, sabe porque teve apagão?
- Não filho, eles ainda não descobriram. Uns falam que foi fenômeno da natureza, outros garantem que não pode ter sido isso, o pai da Ana garante que foi culpa do MST, para a Márcia não teve porque ela é o sol, aí depois ela mudou de idéia e disse que a culpa era da Madona...
- Eu sei.
- Sabe amor? (me senti a mãe mais orgulhosa do mundo) Então me conta: porque teve apagão:
- Porque a escuridão queria aparecer!


Só não caí do sofá porque foi engraçado. 
- Mas o garoto está certo! E não venha me dizer que isso foi culpa minha porque está poético demais! Isso sim é influência negativa sua!
Será Wal? Não tinha pensado dessa maneira. Realmente, é poético e tem fundamento...
- Mas ele é um garoto! Não tem que ser poético! Tem que ser sujo, melequento e implicante!
Lá vem você novamente com seu machismo! Homens não só podem como devem ser poéticos.
- Nunca imaginei que fosse dizer isso gata. Mas você precisa urgente de um marido. 
Porque essa mudança radical de assunto?
- Não foi radical. Tem ligação com o post. Você precisa de um marido porque a influência masculina nessa casa está rolando ladeira a baixo! Afinal, como só quem me vê é você, só posso influenciar você, e já desisti de tentar porque ainda tá pra nascer pessoa mais irritantemente feminina!
Vou entender isso como um elogio.
- Não entenda porque não foi. Foi um alerta! Ao invés de estar se preocupando com o que posso estragar em Thom, se concentra em arranjar um cueca!
Para sua informação, eu tenho namorado!
- Opaaaaaaaaaaaaaa! Como assim? Tem namorado e eu não sei?
Exatamente. Nem tudo na minha vida eu conto pra você.
- Então me fala o nome.
Pra que você quer saber? Não te devo satisfação da minha vida.
- Peraí... Tô pensando aqui... Só pode ser uma pessoa! Claro! Como fui burro! Só pode ser ele!
Duvido que você saiba! Aposto o que quiser!
- Pessoas, raciocinem: se eu estou com ela 24 horas do dia, vivo dentro do pensamento dela, na minha morada ela não consegue passar chave, e não sei nada a respeito desse cara, só posso acreditar em uma pessoa: 
Gasparzinho o Fantasminha Camarada! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!
Walter, se você fosse real eu já teria te matado!
- Aí ficaria mais fácil arranjar um marido gata. No presídio sempre um Agente Penitenciário por perto! Ah! Eu deveria ter apostado!
Qua, qua, qua, qua, qua, qua, qua, qua, qua!

7 comentários:

Layla Barlavento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Baah disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK'
walter você está colocando Thomas contra mim rapaaz que coisa mais feia @:

Dyana Barlavento disse...

Wal... hj eu tenho que concordar com vc em número, gênero e grau! Garotos têm que ser melequentos (até ter idade pra não ser mais, é claro)... Layla precisa de um namorado! (marido é pedir demais! Sem essa!!)... Mas concordo com Layla quando ela diz que garotos podem ser poéticos... dentro dos limites pra isso é claro!
Amo meu sobrinho por causa disso! Ele consegue ser melequento, poético, encantador e MACHO!!!!
Bjonãomeliga!

Nana disse...

que coisa mais linda!!!
Adoro essa fase de criança que dá as suas idéias e fala para Walter que quando vc está com seu gato, vc coloca ele para assistir futebol hehehe
Bjss

disse...

HAHA adoreeei o Thomas! Mesmo, véi. Deve ser uma delícia conviver com ele, parece ser um rapazinho huper-criatv!! amei.

AAUAHUAHAUH E o Walter não tem jeito, hunf. x__x


Opa, o blog de cara nova.. amei!

HD disse...

First I want to congratulate you for this amazing blog!
Want to know about shopping mall hotels and many more.
Log On To http://www.whydubai.net

We hope you like it. Please send us any feedback and help us improve the sites further.

Débora Buarque disse...

kkkkkkk....é doida mesmo!!