quarta-feira, 4 de novembro de 2009

pedido

Wal?

- Oi gata.

Quero te pedir uma coisa, posso?

- Se for dinheiro ou cerveja nem peça porque são coisas que não dou nem empresto a seu ninguém. Nem a você.

Não Wal. Quero algo mais simples. Bem mais simples.

- Então manda.

Você pode me dar um abraço?

- Claro princesa, sempre. Vem cá vem... 

8 comentários:

Danny Almeida disse...

Ohh minha qrida!!
Sinta-se abraçada de uma morena daqui da terra da garoa!! Mas com um coração e braços a postos! Sempre!!!

Bjs no Core
Danny Almeida

Silvana Nunes .'. disse...

Navegando sem ruma com a intenção de divulgar o meu blog, cheguei até você e gostei do que vi, tanto que pretendo voltar mais vezes. No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da tela do computador está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar cuidado. Em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor, com menos violência, através do exercício da leitura e enquanto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam.
Se gostar, siga-me.
Por hoje fico por aqui, Espero nos tornarmos bons amigos.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
Saudações Florestais !

Débora Buarque disse...

ahhhhh! wal...eu quero é dinheiro que abraço eu recebo todo dia!

Nana disse...

Pode ser abraço coletivo amiga?!?!
Bjsss

Dyana Barlavento disse...

Sinta-se abraçada!

Marcia Gullo disse...

Oce da de TPM quinem quieu???!!!
então vamos nos abraçar e sair pra beber uma cervejinha bem geladinha que o bicho ta pegando pra essas bancas de cá, viu??? O termometro em cima da minha mesa ta marcando 28,1C na sombra com o ventilar ligado...pode??!!

beijinhos

Ana Cristina disse...

Ai, amiga!!! Um abração de nós cinco (eu e os quatro).

E um beijo também...

Silvana Nunes .'. disse...

BOM DIA.
Em primeiro lugar gostaria de agradecer o carinho de suas palavras para com o meu trabalho, trabalho este que faço com muito carinho e dedicação para vocês, embora muitos e muitos problemas estejam por trás. O seu cantinho também é genial, adorei.
Contar histórias é um exercício fantástico, eu faço isso naturalmente. Na verdade todos nós temos um pouco de contador...
Bem, hoje a minha história para vocês é de DOM SEBASTIÃO - uma das minhas preferidas, espero que aprecie.
Volte outras vezes,
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... terá sempre uma história para contar.
Beijo grande.
Que a PAZ e o BEM esteja sempre com você.
Saudações Florestais !