quinta-feira, 10 de setembro de 2009

acidente

Antes que você pergunte, já vou adiantando: dessa vez não tive a menor culpa.


- Coisa que duvido muito. Mas do que você está falando?


Me machuquei. Na verdade me acidentei.


- COMO FOI ISSO? TÁ DOENDO? SENTA AQUI! CALMA, CUIDADO PRA NÃO DOER.


Fui descer do ônibus e quando já estava com todo o corpo embaixo, o motorista fecha a porta em meu braço e saiu me arrastando por uns 4 metros. Tô com uma luxação no ombro por causa da pancada e tomando antiinflamatórios.


- Que Filho da Mãe! Anotou a placa?


Um rapaz que estava perto e viu tudo anotou e me entregou. Vejo isso depois. Agora quero tomar banho e descansar um pouco. Pode ser?


- Claro, claro. Precisa de ajuda?


Vou precisar sim Wal. Não consigo levantar o braço pra tirar a blusa.


- Ok. Vamos lá.


(minutos depois)


 - Confortável gata?


Sim Wal. Obrigada.


- Deixei água ao lado da cama e seus comprimidos pra dor. Vou fechar as cortinas e deixar você dormir um pouco. Se precisar estou aqui ao lado viu?


Poxa Wal, obrigada mesmo. Você é um doce viu? Obrigada por cuidar de mim.


- Que é isso gata. Não precisa agradecer. Faço porque gosto de você. Agora acho que você deveria andar menos de ônibus. Já viu que estão ficando freqüentes suas histórias com eles? (veja a primeira aqui)


Gentileza sua dizer que são histórias.


- Pois é. Já fui chamado de grosso pela Fran. Estou tentando me redimir, afinal ela está sempre passando por aqui...


Muito bem! Fico muito orgulhosa de você viu? Mas não fica muito manso não porque aí vou pensar que você tá doente.


- Combinado. Agora descansa. Mais tarde conversamos enquanto você assiste a novela.


Porque não na hora do jogo?


- Gata, jogo é sagrado!


E novela também! Principalmente na última semana.


- Na verdade só na última semana né? Só vejo você "acompanhar" a última semana!


Isso são apenas detalhes. Mais uma vez obrigada viu? Você foi um fofo cuidando de mim.


- Já disse que não precisa agradecer.


Mesmo assim obrigada.


- Gata, quando você me pede ajuda pra arrumar a casa, dar banho nos gatos, fazer feira, eu tô fora. Mas pra te ajudar a tirar a roupa e assistir de camarote o seu banho... Será sempre um prazer!


Seu, seu, seu cretino! 






P.S.: Pessoas, talvez demore um pouco para atualizações. Muito ruim digitar com uma mão só. Espero estar de volta logo, logo! Beijos na alma de todoooooooos!


15 comentários:

Cleia disse...

Miga, estarei sempre aqui pra te ajudar no que for... TE ADORO MUITO!

Débora disse...

Noooossa... Acho que ele tem razão. Andar de ônibus hoje em dia tá cada vez mais perigoso!

Teu post me inspirou a escrever sobre isso também: Histórias de ônibus. Gostei!

Beijos e se cuida direitinho!

Ahhh.. é a primeira vez que visito aqui, adorei!
Bjus

Giovanna disse...

Nossa LSPALSPALSAPLSAPSLAAS
adorei aqui

Bárbara disse...

kkkkk
Que safado o Wal!
Adorei o post,
beeijo =)

Fran disse...

A Wal, chamei porquê você foi grosso mesmo. Tadinha da Layla...
Querida, melhoras tá!

Beeijos!

Solange Maia disse...

Layla.... estou torcendo prá você sarar logo... e prá não doer muito....

O Walter estava muito "generoso"... estava até estranhando... risos... até que li a última linha !!! Você é ótima !!!!

beijão

Dyana Barlavento disse...

Wal... Eu acho que vc é um dos meus... Um grande cafajeste!!! E isso vindo de mim pode ter certeza é um grande elogio! Não perca uma oportunidade!!! E essa é das grandes!! Pq minha irmã é uma gostosona viu!!! kkkkkkkkkkkkkkk

Tatiane Trajano disse...

Hahahaha.. Muito divertido o post.
De qualquer forma, desejo melhoras.

Beijos


*Volto mais vezes

Ana, A menina que roubava idéias disse...

Histórias de ônibus... vou colocar a caixola para pensar.

O post é ótimo, mas tadinha de você.Desejo melhoras, que volte a teclar rapidinho e que não sinta dor nenhuma.

um beijo grande

Nana disse...

Laila, como assim?!
Menina, resolve isso agora, coloque esse motorista sem vergonha na rua.
Uma vez fui fechada tb pela porta, fiquei no meio e a porta prensando, como doi, sei a sua dor.
Bjss

Daniel disse...

Acaba sendo até meio estranha a presença de um homem aqui, com esse papo meio feminista..kkk
Acabei caindo aqui procurando no google a frase "Se Deus inventou algo melhor que mulher, guardou para si próprio" tentando saber o autor, uma incógnita ainda..hehehe
Mas "tô" aqui pra elogiar o blog, muito bom mesmo, as histórias muito boas!!
Com certeza serei criticado, mas eu acho que as mulheres tem uma predisposição a gostar de homens como o Walter, pois são seguros de si mesmos, e apoio ele..ahuhuahuauh
Parabens mesmo!!! Agora leitor assíduo

pequena disse...

Adorei o diálogo, rs flor obrigada por me visitar tbm estou te seguindo tá? rs bjocas e fica boazinha logo, vc e o Walter te ajudando fica tudo sarado logo né? rss

bjocas e boa semana que inicia rs

Dri Viaro disse...

Estou passando pra contar que fomos Top2 na categoria humor do Top Blog, obrigada a todos que votaram, em 2010 tem mais.
As fotos do evento estão no blog
bjssss e boa semana

Josy Marmello disse...

Olá Layla!
Foi impossível não ler seu comentário no Manga com Pimenta. Passei aqui pra dizer que a pior cobrança é aquela feita por nós mesmos para que a perfeição seja uma constante em nossas vidas. Pode parecer filosofia de boteco (talvez seja), mas o segredinho para que (pelo menos na cozinha) as coisas dêem certo, é acrescentar amor e sonhos aos ingredientes. Misturar a saudade da infância com o sabor do descompromisso com o sucesso.
Acho que é isso...
Um abraço e deliciosas receitas!
Josy

Débora Buarque disse...

kkkk, eu sabia q essa gentileza dele de lhe ajudar a toar banho tinha sacanagem no meio..kkkkk
Retiro o q disse Wal, vc é maxo-xo...cabra maxo mesmo! e ainda consegue enolar a inocnte da Layla!..kkk